Aécio Neves fala sobre Dia da Consciência Negra

O senador e presidente nacional do PSDB, Aécio Neves, convocou a sociedade a refletir e propor medidas que garantam os direitos da população negra brasileira e ponham fim à discriminação que ainda persiste no país.

Na oportunidade, Aécio Neves lembrou que a história do Brasil foi construída pelos negros. “É hora de organizar uma ação conjunta, portanto, acima de partidos políticos e crenças religiosas, que permita que o Brasil honre aqueles que vieram ao longo dos anos construindo a nossa pátria”, afirmou o senador.

Aécio Neves ressaltou que a discriminação, no Brasil, está presente no cotidiano quando negros têm salários inferiores aos dos brancos. “Os negros recebem, em média, 30% a menos de salários do que recebem os brancos. Com as mulheres negras, a discriminação é mais vergonhosa ainda, chega a 40% a defasagem de seus salários em relação às mulheres brancas”, declarou.

Confira a declaração do senador Aécio Neves:

Publicado em Política | Etiquetas , , | Publicar um comentário

FHC lança Aécio à presidência: “O momento é seu”

“O momento é seu. Assuma o momento. Fale por nós”, disse o ex-presidente a Aécio

O PSDB escolheu Poços de Caldas, sul de Minas Gerais, e um evento que relembrou a trajetória de Tancredo Neves pelas Diretas Já para confirmar que o senador mineiro Aécio Neves será o candidato ao Palácio do Planalto nas eleições do ano que vem. Coube ao ex-presidente Fernando Henrique Cardoso dar a “arrancada”, como ele mesmo chamou, para a campanha, ao lado de oito governadores da legenda, ao unificar o discurso contra o governo da presidente Dilma Rousseff (PT).

Confira o vídeo:

Publicado em Política | Etiquetas , , , | Publicar um comentário

Aécio Neves participa de encontro do PSDB em Goiânia

O PSDB e o Instituto Teotônio Vilela (ITV) promovem nesta sexta-feira (22) o Encontro Regional do Centro-Oeste, que será realizado no Clube Jaó, em Goiânia (GO). O evento, que ocorre a partir das 10 horas, contará com a presença do presidente nacional do partido, o senador Aécio Neves (MG), do governador Marconi Perillo e de diversas lideranças tucanas.

econtro-goiania-300x200

Este é o quarto de uma série de cinco encontros realizados pelo partido em todo o país, com o objetivo de promover a integração da legenda, analisar a conjuntura nacional e debater temas de interesse regional, fortalecendo a atuação do partido em suas bases.

Fonte: PSDB.

Publicado em Política | Publicar um comentário

Aécio Neves defende resgate de Jango e lembra Tancredo no Congresso

O senador e presidente nacional do PSDB, Aécio Neves, defendeu, na noite dessa terça (19) no plenário do Senado, a aprovação do projeto de resolução que anula a sessão de 1º de abril de 1964 que decretou vaga a Presidência da República, destituindo o presidente João Goulart e dando início à ditadura militar.

19-11-13 - Aécio Neves e Joao Vicente Goulart

O senador mineiro Aécio Neves encontra o filho do ex-presidente Jango, João Vicente Goulart.

Em seu discurso, Aécio Neves lembrou o veemente protesto feito à época pelo deputado Tancredo Neves, líder do governo na Câmara, contra a manobra feita pelo então presidente da Casa, senador Auro de Moura Andrade, utilizando-se da saída de Jango de Brasília para o Rio Grande do Sul.

“A história me permitiu, de alguma forma, estar próximo daquele momento histórico por que passou o Brasil. Aquela fatídica sessão foi ilegal porque João Goulart se encontrava em território brasileiro, quando o presidente Auro de Moura Andrade declarou vaga a Presidência da República. Nas gravações daquela sessão, quem puder ouvi-las, vai escutar, no exato momento em que o senador Auro de Moura Andrade, presidente do Congresso Nacional, declara vaga a Presidência da República, uma voz ao fundo dizia: Canalha! Canalha!. A voz era de Tancredo Neves que havia sido primeiro ministro do presidente João Goulart, e foi talvez uma das únicas, senão a única, pelo menos uma das únicas lideranças políticas nacionais que esteve em São Borja, quando do sepultamento do presidente João Goulart. A anulação daquela sessão é uma resposta que esta Casa dá aos brasileiros de hoje e, sobretudo, àqueles que virão depois de nós, porque, um ato simbólico, como esse, permitirá que os brasileiros conheçam melhor o seu passado e não cometam os mesmos erros no futuro”, disse Aécio Neves, que encontrou-se hoje no plenário com o filho do ex-presidente, João Vicente Goulart.

Publicado em Política | Etiquetas , , | Publicar um comentário

Aécio Neves e FHC convocam sociedade para a mobilização Federação Já!

O senador e presidente nacional do PSDB, Aécio Neves (MG), chamou, nesta segunda-feira (18), o povo brasileiro para uma mobilização em recuperação dos Estados e municípios e o fortalecimento da Federação. A fala de Aécio Neves foi acompanhada pelo ex-presidente Fernando Henrique Cardoso e os oito governadores tucanos em Poços de Caldas, no sul de Minas Gerais.

aecio-fhc-psdb

O apelo de Aécio Neves foi feito durante entrevista coletiva que antecedeu o encontro Federação Já!, na cidade mineira. Ao lado de FHC, o senador destacou a importância de defender a unidade e o equilíbrio federativos. “O Brasil caminha quase que para se tornar um Estado unitário”, afirmou. “Federação é apenas uma palavra solta em um papel”, acrescentou.

Confira trechos da entrevista coletiva do senador Aécio Neves:

Sobre agenda da Federação hoje

O fato concreto hoje é que o governo central é pouco generoso com a Federação. Temos uma pauta extensa no Congresso Nacional, proposta por governadores, prefeitos municipais, que passa pelo aumento em dois pontos percentuais da participação do Imposto de Renda e do IPI nos fundos de participação de estados e municípios, a desoneração das empresas de saneamento, a não tributação do Pasep dos municípios e estados para a União, a proibição que o governo federal faça desonerações com parcela de receitas de estados e municípios. Há uma grande agenda, uma grande pauta no Congresso Nacional, que a maioria governista impede que avance. O que queremos é transformar essa discussão em algo acima dessa dicotomia oposição e governo.

A agenda que está aí não é novidade e o PSDB apresentará ao país, a partir do próximo ano, uma proposta alternativa a essa que está aí, cuja base é a refundação da Federação, a base é a recuperação da capacidade de investimento de município e Estados, que vêm recebendo atribuições crescentes sem a contrapartida financeira. Eu lembro, e aqui estão vários senadores me acompanhando, governadores, ex-parlamentares. Quando você cria uma despesa nova para a União você tem que identificar e apontar a fonte que vai cobrir essa despesa. Mas quando cria uma despesa nova para os municípios, não há necessidade de se apresentar a fonte que vai cobrir essa despesa. Seja no piso para o magistério, seja nos agentes comunitários de saúde, poderia citar inúmeros outros exemplos. Os encargos aumentaram e não há a contrapartida financeira para que eles possam ser sustentados pelos municípios e estados.

Refundação da Federação

Nada mais atual que refundarmos ou repactuarmos a Federação. Mas de forma racional, com um cronograma que seja exequível. Só que temos que inverter a lógica perversa que temos hoje de uma concentração cada vez maior de recursos nas mãos da União, o que gera algo extremamente preocupante do ponto de vista da democracia, que é a subordinação e a dependência administrativa e, em consequência dela, política dos entes federados à União.

Ficam todos à mercê da benevolência, da boa vontade, do bom humor de quem está no governo federal. Isso não é justo para com um país das dimensões do Brasil, das diferenças que tem o Brasil. Esse chamamento é oportuno e no local adequado, e em um momento absolutamente fundamental, para que possamos ter no próximo embate eleitoral, do ano que vem, compromissos claros dos candidatos com municípios e com os estados brasileiros.

Publicado em Política | Etiquetas , , | Publicar um comentário

Programa criado por Aécio é citado pela ONU como exemplo de prevenção à criminalidade

Nas áreas onde tem atuação, o Fica Vivo! já conseguiu reduzir em até 55% os registros de homicídios

O programa de controle de homicídios Fica Vivo!, da Secretaria de Estado de Defesa Social (Seds), foi citado como um exemplo bem sucedido de prevenção à violência e redução da criminalidade pelo Programa das Nações Unidas pelo Desenvolvimento (PNUD). Em pesquisa divulgada nos Estados Unidos, na última semana, a instituição cita a experiência do Governo de Minas com o Fica Vivo e ações do Governo de São Paulo como “importantes avanços no combate ao crime do Brasil”. A avaliação está no Relatório de Desenvolvimento Humano para a América Latina 2013-2014, disponível no site www.pnud.org.br.

Fica Vivo Logo

O Fica Vivo! tem como objetivo conhecer e intervir em realidades sociais marcadas pela concentração de crimes violentos, em especial, homicídios envolvendo jovens, de forma a reduzir as causas motivadoras de violências e crimes, diminuir os índices de homicídios e melhorar a qualidade de vida da população.

Desde a criação do programa, em 2003, no governo do senador Aécio Neves, já foram realizados mais de 60 mil atendimentos de jovens entre 12 e 24 anos, em situação de risco social. Todos os jovens do Fica Vivo passaram por uma ou mais das 600 oficinas culturais, esportivas e artísticas disponibilizadas pelo programa do Governo de Minas que, atualmente, já é realizado em 31 Centros de Prevenção à Criminalidade (CPCs) em todo o Estado. O programa também incentiva a participação de oficineiros moradores das comunidades, implementando projetos elaborados por eles.

Publicado em Política | Etiquetas , , , | Publicar um comentário

Candidatura de Aécio Neves à Presidência da República é confirmada

O PSDB escolheu Poços de Caldas (MG) e um evento que relembrou a trajetória de Tancredo Neves pelas Diretas Já! para anunciar que o tucano que concorrerá ao Palácio do Planalto é o senador Aécio Neves. Coube ao ex-presidente Fernando Henrique Cardoso dar a “arrancada”, como ele mesmo chamou, para a campanha, junto de oito governadores tucanos, que unificaram o discurso contra a presidente Dilma Rousseff (PT) e a favor da candidatura  à Presidência pelo neto de Tancredo.

aecio-fhc

FHC disse que c om as manifestações das ruas em junho contra o sistema político brasileiro, sente ventos de mudança.

Se em campanhas anteriores o partido escondia FHC, nesta segunda (18) o partido lhe rendeu homenagens, lembrando que foi também na cidade que ele lançou o Plano Real, em 94, e colocando-o como o responsável por importantes avanços do país. Segundo FHC, chegou a hora de Aécio Neves assumir a responsabilidade de disputar a Presidência. “A história, na sua impetuosidade, seleciona. Não sei se é justo ou se é injusto, é o momento. O momento é seu. Assuma o momento. Fale por nós”, disse o ex-presidente a Aécio Neves.

FHC ainda disse que o partido está unido e tem posição. “Unidade nunca pode ser total e eu acredito que progressivamente será total. Não há nada que impeça que todos, inclusive quem foi aí citado [José Serra], que é uma pessoa que respeito muito, venham a estar presentes”, declarou.

Fonte: Estado de Minas.

Publicado em Política | Etiquetas , , , , | Publicar um comentário

Aécio Neves participa do evento Federação Já! em Poços de Caldas (MG)

O presidente nacional do PSDB, senador Aécio Neves, governadores do partido em oito estados, senadores, deputados, prefeitos, vereadores e principais lideranças políticas tucanas no país se reunirão em Poços de Caldas (MG), na próxima segunda-feira (18), para o encontro Federação Já, Poços de Caldas + 30.

Federação-Ja

O encontro será transmitido ao vivo, pela web, por meio do site: www.psdb.org.br/ao-vivo. Internautas poderão acompanhar o evento a partir das 11h30.

Na ocasião, serão comemorados os trinta anos de lançamento da Declaração de Poços de Caldas – primeiro documento público do Movimento das Diretas Já, divulgado em 19 de novembro de 1983 pelos governadores Tancredo Neves (MG) e Franco Montoro (SP).

Este também foi o tema da coluna semanal de Aécio Neves para a Folha de São Paulo. Confira o texto na íntegra:

Em 19 de novembro de 1983, há exatos 30 anos, Tancredo Neves e Franco Montoro, governadores de Minas Gerais e São Paulo, posicionaram-se de forma decisiva a favor daquela que seria a mais importante campanha de mobilização popular do Brasil contemporâneo –as Diretas-Já.

Trata-se de um episódio ainda hoje pouco reconhecido pela importância que teve.

Quando lançaram a “Declaração de Poços de Caldas”, em defesa das eleições diretas no país, respondiam, naquele momento histórico, à necessidade de agregar à grande causa o peso político de dois vigorosos líderes das oposições, recém-empossados governadores de dois dos maiores Estados brasileiros após quase 20 anos sem eleições.

Três décadas depois, governadores, prefeitos, parlamentares, dirigentes partidários e lideranças políticas voltam ao mesmo local para celebrar as conquistas do passado, mas também para mobilizar a atenção do país para um grande desafio do nosso tempo: reverter o desmanche da Federação brasileira e o crescente risco de insolvência de Estados e municípios, vitimados pela grave concentração, na órbita federal, de recursos e poder, que contradiz o espírito de uma sociedade democrática.

O alerta de hoje encontra amparo na realidade de Estados e municípios cada vez mais fragilizados e dependentes da benemerência do go-verno central.

A bordo de uma alta carga tributária e de um presidencialismo quase imperial, a União transforma direitos dos brasileiros em favores de governo.

Apesar da convulsão nas áreas de saúde e segurança, os recursos federais são incompatíveis com a dimensão e a gravidade dos problemas. Na saúde, a participação federal é declinante. Na segurança, 87% do total das despesas estão hoje a cargo de governadores e prefeitos.

A questão de fundo ultrapassa a mera razão aritmética das finanças dos governos e alcança um outro patamar de reflexão. Não há como superar a pobreza, o atraso e déficits gigantescos desconsiderando aqueles que deveriam ser parceiros da travessia para um novo patamar de desenvolvimento.

Montoro dizia que ninguém mora no país ou no Estado, moramos nos municípios. E alertava: quanto mais longo o trajeto do recurso público até o seu destino final –o cidadão–, maiores são as chances de desperdício e de desvios pelo caminho.

Há 30 anos, o país se uniu em torno de uma grande causa. É importante que possamos nos unir de novo, de forma suprapartidária, em torno de uma bandeira que pertence a todos.

Sabemos que não há solução fácil. Mas precisamos nos pôr a caminho. É este o espírito do encontro “Poços de Caldas + 30”, que se realiza hoje.

Por um Brasil que seja realmente justo com todos os brasileiros.

Fonte: PSDB.

Publicado em Política | Etiquetas , , , | Publicar um comentário

Bandeira de Aécio Neves, federalização será tema de encontro do PSDB

Senador mineiro já tem feito discursos criticando a concentração de poder do governo federal

Uma das bandeiras da campanha do pré-candidato do PSDB à Presidência, senador Aécio Neves, será tema de um grande encontro de líderes tucanos na cidade de Poços de Caldas, sul de Minas Gerais, na próxima segunda-feira (18).

aecio-neves-poços-de-caldas-psdb

Aécio já tem feito discursos criticando a concentração de poder do governo federal, que traria prejuízos financeiros para estados e municípios

Aécio Neves já tem feito discursos criticando a concentração de poder do governo federal, que traria prejuízos financeiros para estados e municípios.  Os “princípios da soberania, cidadania, dignidade e pluralismo da federação” serão uma das suas frentes contra a presidente Dilma Rousseff (PT).

O evento em Poços de Caldas, chamado Federação Já, comemorará os 30 anos de lançamento da Declaração de Poços de Caldas – primeiro documento público do Movimento das Diretas Já, divulgado pelos governadores Tancredo Neves (MG) e Franco Montoro (SP).

Os governadores Geraldo Alckmin (SP), Antonio Anastasia (MG), Beto Richa (PR), Marconi Perillo (GO), Simão Jatene (PA), José de Anchieta Jr. (RR), Siqueira Campos (TO) e Teotônio Vilela (AL), além do ex-presidente Fernando Henrique Cardoso, e líderes tucanos, irão comparecer.

Fonte: Poder Online.

Publicado em Política | Etiquetas , | Publicar um comentário

Aécio Neves vota pelo fim do voto secreto no Congresso

Senador ressaltou que seria importante manter a análise de vetos presidenciais de forma fechada

O senador e presidente nacional do PSDB, Aécio Neves, votou, na noite desta quarta-feira (13), pelo voto aberto em todas as deliberações do Congresso Nacional. A PEC 43, de 2013, que institui o voto aberto, foi aprovada por 54 votos a 10 em 1º turno.

aecio-neves-voto-secreto

Aécio Neves: “O voto aberto […] é absolutamente necessário, um instrumento de conexão maior dos representantes com seus representados”.

Aécio Neves ressaltou que seria importante manter a análise de vetos presidenciais de forma fechada, mas que, como a votação da PEC estabelecia o fim do voto secreto ou sua manutenção em todas as votações, defendeu o voto aberto em todos os casos.

Abaixo, confira um trecho da transcrição da fala do senador Aécio Neves durante a votação:

“Ouvimos durante toda a tarde e início da noite as mais variadas manifestações e todas elas têm que ser respeitadas. Até porque argumentos existem de todos os lados. Não gostaria de pecar pela omissão.

Preferiria que tivéssemos oportunidade votar o voto aberto nas situações previstas, podendo haver manifestações favoráveis ao voto aberto em determina circunstância e, eventualmente, em outras não.

Estou votando pelo voto aberto, já que essa é a opção e me parece o caminho mais adequado. Mas não quero deixar de registrar de forma clara e manter a coerência do meu pensamento. E todos devemos ser julgados pela coerência dos nossos pensamentos e atitudes.

Fui presidente da Câmara dos Deputados, líder por vários mandatos, parlamentar por 16. Chego hoje ao Senado. Acho que o voto aberto na grande maioria dos casos é absolutamente necessário, um instrumento de conexão maior do Parlamento, dos representantes com seus representados.”

Publicado em Política | Etiquetas , , , | Publicar um comentário