Baixaria na web: conheçam outro papel do ator José de Abreu

Fonte: Blog Implicante

Por Gravatai Merengue

Ele ficou conhecido pelo (bom!) trabalho na última telenovela das nove da Rede Globo, mas nem todo público sabe de suas peripécias e “polêmicas” (com perdão do eufemismo exagerado) ao escrever nas redes sociais.

Recentemente, o ator foi notificado judicialmente acerca de uma ofensa publicada no tuíter. Ele teria chamado Gilmar Mendes, do STF, de corrupto. Depois da notificação recebida, retratou-se.

Na ocasião, uma miríade de blogs ligados ao governo tratou a ação judicial como perseguição, censura etc. Aquela choradeira de sempre quando um deles leva processo – quando são eles que processam, trata-se apenas do exercício de direitos do cidadão perante o estado democrático de direito.

Mas o IMPRESSIONANTE é que José de Abreu não para. Hoje, falou o seguinte do Ministro Joaquim Barbosa:

E já é sabido que, se houver medida judicial em cima desses dizeres nada louváveis, a turminha dirá que é “censura” ou “perseguição”. Vale lembrar que, pela lei brasileira, já é crime apenas a DIVULGAÇÃO do nazismo…

Fatos isolados? Disparates de momento? Atos impensados? Vejam alguns exemplos do que Zé de Abreu diz por aí:

Nomeação por Haddad?

Esse moderado militante, que usa palavras razoáveis para referir-se a adversários, suscitou debate sobre a hipótese de ser nomeado para algum cargo da prefeitura paulistana. Isso porque, dias atrás, ele soltou os seguintes comentários:

O mesmo Zé de Abreu que disse isso:

 Será mesmo nomeado? Aguardemos.

Enfim, sobre baixaria

Olha só quem estava no palanque quando Dilma foi eleita…

Toda santa campanha, sem exceção, a mesma ladainha aparece antes mesmo de começar qualquer coisa: o PT acusa adversários de baixarias. Não falha. Em alguns casos, elegem pautas e dizem que, se forem mencionadas, é “baixaria”. Aconteceu até mesmo com o Mensalão. Enquanto isso, defensores do partido, especialmente na web, dizem coisas como essas proferidas por José de Abreu. Para eles, ISSO não é baixaria – e vale lembrar que, numa das imagens, há diálogo com um suplente de senador do próprio PT (Emir Sader).

Não adianta a “militância não oficial” dizer que o dito-cujo não é isso nem aquilo, porque ele faz parte da chapa eleita para o Senado – na suplência de Lindbergh Farias, ex-cara pintada. Bem como não dá para isentar o PT do que diz Zé de Abreu enquanto o partido der a ele espaço no palanque – tanto mais se for nomeado a um cargo justamente em São Paulo.

A militância petista não pensa duas vezes ao imputar ao adversário a culpa de TODO E QUALQUER MATERIAL NEGATIVO, não importando a origem. Se é contra o PT, a culpa é imediatamente do adversário (é o jeito deles de subverter a teoria do domínio do fato…). Mas quando algum petista, com ou sem cargo, diz barbaridades e/ou promove esse tipo de coisa, exigem a dissociação do partido. Até os mensaleiros, que não expulsaram e nem expulsarão da legenda (como determina o estatuto) não aceitam que sejam “usados” para acusar o partido.

Então por que não expulsam? Baixaria é isso. Baixaria é tudo o que falam. Baixaria é fazer campanha pagando Duda Mendonça no exterior. Baixaria é preparar dossiê com dinheirama cuja origem até hoje não se conhece. Baixaria é montar bunker de pré-campanha com direito a colaborador indiciado por quatro crimes. Mas, não. Culpam correntes de Facebook, imputando culpa ao adversário, enquanto tiram de si próprios toda responsabilidade pelos mensaleiros que não têm coragem de expulsar – ao contrário, têm orgulho de manter no partido.

Baixaria é isso. Zé de Abreu, no fim, acaba sendo uma gotinha d’água quase imperceptível. Se não fosse pela novela recente, de sucesso, seria mais um nessa multidão que xinga, xinga, xinga e depois acusa adversários de agressividade e baixaria. E a imprensa cai no truque – com exceção dos que já fazem parte do truque, claro.

Em tempo: este texto, com farto material comprobatório, logo mais também será chamado de “perseguição”, “censura”, “ataque” etc. Querem apostar?

Anúncios
Esta entrada foi publicada em Uncategorized com as etiquetas , , , , , . ligação permanente.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s