Aécio: PT usa Estado para fins político-partidários

Senador Aécio Neves: PT usa Estado para fins político-partidários
Aécio Neves critica Dilma

Aécio criticou Dilma em rede de TV, para senador presidente se valeu das contas de luz como pretexto para atacar críticos e adversários.

Aécio: Dilma e PT na TV

Aécio Neves, senador do PSDB-MG e líder da oposição, condenou, em 24/01/2013, o uso da rede oficial de TV e rádio pela presidente Dilma Rousseff para atacar críticos e adversários, bem como para promover sua candidatura a um novo mandato em 2014, a pretexto de falar sobre os novos valores da conta de luz.

Aécio assinalou que “o Brasil assistiu a mais um exemplo inaceitável de como o PT usa, sem constrangimentos, estruturas de Estado para alcançar seus objetivos políticos”. “Sem razão que justificasse a formação de uma rede nacional obrigatória, vimos a apropriação de um instrumento de Estado para fins político-partidários”, afirmou o senador mineiro.

Aécio mostrou-se contrário à atitude demonstrada com a convocação de uma rede nacional de radiodifusão: “Falou à Nação não a presidente da República, mas um partido político, evidenciando, como nunca antes neste país, a mistura entre o público e o particular; o institucional e o partidário”.

Aécio citou uma nota oficial assinada pelo presidente do PSDB, Sérgio Guerra, reiterando o compromisso e responsabilidade do partido com o país. Diz a nota: “O governo do PT acaba de ultrapassar um limite perigoso para a sobrevivência da jovem democracia brasileira. (…) No governo do PT, tudo é propaganda, tudo é partidarizado. Nada aponta para o equacionamento verdadeiro dos problemas do país ou para uma solução efetiva”.

Aécio pronunciou-se a favor do teor da nota oficial: “Em vez de assumir suas responsabilidades de gestora, fazendo o governo produzir, o que se vê é o lançamento prematuro de uma campanha à reeleição, às custas do uso da máquina federal e das prerrogativas do cargo presidencial”. “Registro meu pesar por este triste marco de quebra do princípio da impessoalidade no exercício da Presidência da República”, afirmou Aécio Neves.

Anúncios
Esta entrada foi publicada em Uncategorized com as etiquetas , , , , , . ligação permanente.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s