Números da Petrobras confirmam alerta do senador Aécio Neves

Números da Petrobras confirmam alerta do senador Aécio Neves
Senador Aécio Neves

Senador Aécio Neves: Queda recorde dos lucros da Petrobras são reflexos da partidarização da empresa por parte do PT

Os dados divulgados sobre o resultado financeiro da Petrobras em 2012 vão de encontro ao que o senador Aécio Neves vem alertado há quase um ano: a gestão ineficiente combinada com a partidarização da máquina pública por parte do PT coloca a empresa num caminho da pré-insolvência administrativa. O balanço divulgado pela Petrobras mostra uma queda de 36,3% no lucro da estatal em apenas um ano.

CLIQUE AQUI E LEIA REPORTAGEM DO JORNAL FOLHA DE S. PAULO SOBRE O BALANÇO DA PETROBRAS

O resultado foi ainda pior do que especialistas do setor esperavam. O lucro líquido foi de R$ 21,18 bilhões contra R$ 33,31 bilhões em 2011. Pouco disso em razão da queda de 4,9% na produção de petróleo, mas principalmente por razões gerenciais e alheias ao dia-a-dia da estatal.
Não é segredo para ninguém do setor que nos dois mandatos do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva a Petrobras foi utilizada politicamente para o projeto de poder do PT, o que, de maneira menor, ainda teve reflexo no início do mandato da presidente Dilma Rousseff. Um exemplo disso, e que passou quase despercebido pela mídia nacional, foi a troca de localização do novo polo acrílico que estava no planejamento de 2010 da empresa.

Quando tudo estava certo entre a iniciativa privada, a direção da estatal e os governos estadual e federal para que a unidade ficasse na próxima à Refinaria Gabriel Passos (Regap), em Betim, surpreendentemente, o então presidente da Petrobras, José Sérgio Gabrielli, transferiu o investimento para a Bahia, sua base eleitoral e estado governado pelo PT. Um prejuízo de R$ 600 milhões para Minas Gerais sem nenhuma explicação baseada em análise gerencial ou de planejamento.
Este é apenas um simples exemplo de tudo o que especialistas do setor de energia e de combustíveis vem alertado nos últimos anos e que, infelizmente, o balanço financeiro negativo da Petrobras acaba de comprovar.

Já é evidente o desespero da própria presidente da Petrobras, Graça Foster, para tentar explicar economicamente as trapalhadas políticas e ingerências políticas do PT dentro de uma empresa do tamanho da estatal. Espera-se que agora a presidente Dilma Rousseff e o seu partido vistam a carapuça e tirem a Petrobras do cardápio que vem alimentado há 10 anos o enorme apetite partidário e de poder do PT, como alertou o senador Aécio Neves.

Anúncios
Esta entrada foi publicada em Uncategorized com as etiquetas , , , , , . ligação permanente.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s