FHC aponta ‘usurpação’ de projeto tucano por governos do PT

FHC aponta 'usurpação' de projeto tucano por governos do PT
Fernando Henrique Cardoso participa de evento do PSDB mineiro

Fonte: G1

Ex-presidente participou de evento do PSDB em Belo Horizonte.
Líder do governo diz que aplaude ‘disposição’ de FHC de fazer comparação.

O ex-presidente da República Fernando Henrique Cardoso disse nesta segunda (25), durante evento do PSDB intitulado “Minas Pensa o Brasil”, em Belo Horizonte, que houve uma “usurpação de projeto” no país.

Questionado sobre o projeto tucano para o Brasil, FHC atacou o PT e destacou que o atual governo usurpou projetos do PSDB. Segundo ele, a presidente Dilma Rousseff foi “ingrata” ao dizer que o PT construiu e não herdou nada do PSDB: “O que a gente pode fazer quando a pessoa é ingrata? Nada. Cospe no prato que comeu”.

No último dia 20, na festa de comemoração dos dez anos do PT no governo, o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva disse que o PSDB ficou sem discurso e sem propostas porque, no governo, o PT fez “mais e melhor”. No mesmo evento, a presidente Dilma Rousseff disse que os governos petistas não herdaram nada do PSDB. “Nós não herdamos nada […]. Nós construímos”, afirmou na ocasião.

Nesta segunda, FHC declarou que o atual governo é que ficou sem projeto em razão do que chamou de “usurpação” do projeto tucano.

“Quem não tem projeto é o governo. Vocês têm que entender que o que aconteceu no Brasil foi uma usurpação de projeto. Só que, como ele é usurpado, ele é mal feito. Não têm coragem realmente de dizer que vai privatizar. O projeto que eles tinham, eles engavetaram. Eles tinham duas grandes metas: uma ligada ao socialismo, e outra ligada à ética. De socialismo, nunca mais ninguém falou. E, ética, meu Deus. Não sou eu quem vai falar a respeito do que está acontecendo no Brasil. Não têm palavra. Estão tentando utilizar os programas que eram nossos e mudam o nome”, disse.

Líder do governo responde

O líder do governo na Câmara, deputado Arlindo Chinaglia (PT-SP), afirmou que a fala do ex-presidente Fernando Henrique Cardoso “confirma aquilo que os candidatos do PSDB tentaram esconder nas últimas eleições”.

Segundo Chinaglia, a gestão FHC foi marcada por um “programa agressivo de privatizações de áreas estratégicas do país”.

Para o líder do governo, as rodovias federais pedagiadas oneram “infinitamente menos” os usuários do que as que existem no resto do país, “especialmente as rodovias estaduais de São Paulo”, estado administrado pelo PSDB.

“Me parece que ele, de certa maneira, está estabelecendo comparações. Aplaudo a disposição dele de retomar a comparação. Com certeza, o povo brasileiro vem comparando as realizações dos governos do PSDB e do PT. Queremos continuar essa comparação”, declarou Chinaglia.

Aécio

FHC voltou a defender o senador Aécio Neves (MG) como candidato do PSDB para as eleições presidenciais de 2014 em razão da necessidade de “renovação”.

“Isso não é uma coisa que signifique que só um possa ser. Tem mais de um que pode ser. Nesse momento, por uma questão de conjuntura, eu acho que a pessoa que tem maiores possibilidades, no meu julgamento, é o senador Aécio Neves”, avaliou.

Para ele, o momento atual é de “renovação”. “Eu acho que a gente tem que estar sempre preparado para ventos novos. Então, eu acho que é uma candidatura mais dinâmica, mais jovem”, disse.

Anúncios
Esta entrada foi publicada em Uncategorized com as etiquetas , , , , , . ligação permanente.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s