Para Aécio Neves, negar herança do PSDB é “absoluta fraqueza”

Para Aécio Neves, negar herança do PSDB é “absoluta fraqueza”
Aécio Neves fala sobre o PT negar herança do PSDB

PSDB: Aécio Neves participou de debate em Goiânia e lamentou falta de conhecimento político da presidente Dilma Rousseff 

Mais uma vez, Aécio Neves foi firme ao defender o legado do PSDB na história do Brasil. Durante o Fórum “Discutindo o futuro de Goiás e do Brasil”, nesta segunda-feira (05/03), o senador mineiro e pré-candidato à Presidência da República criticou o despreparo da presidente Dilma Rousseff ao afirmar que o PT assumiu o governo federal e não recebeu nenhuma herança de boas ações de seus antecessores.

A cada pronunciamento, Aécio Neves tem demonstrado claramente que não admitirá um embate eleitoral com Dilma Rousseff baseado no mundo da fantasia e das frases de efeito, como o PT tem optado fazer desde que o senador mineiro foi ao plenário do Senado Federal, no mês passado, e elencou 13 fracassos dos petistas nos dez anos em que estão à frente do governo federal.

O pré-candidato tucano tem sido duro e direto ao responder afirmações como a de Dilma sobre a herança deixada pelo PSDB e pelo ex-presidente Fernando Henrique Cardoso.  “Negar a contribuição dos que vieram antes de nós é demonstração de absoluta fraqueza”, disparou Aécio Neves durante o fórum em Goiânia.

Em outras palavras, quando vai a público mandar recados diretos para Dilma, como fez nesta declaração, Aécio está novamente exigindo que o PT dessa do palanque, abandone as agressões e encare o desafio de debater o país.

O que PT e Dilma têm feito, sob a orientação de seus gurus, como o ex-ministro e condenado pelo Mensalão, José Dirceu, é aproveitar o momento para antecipar as eleições num momento em que o discurso vazio surte um ser efeito. Como a disputa eleitoral não começou, fica fácil dizer frases prontas e vazias, já que ainda não existe o espaço para o debate e a obrigação de responder por demandas concretas.

Agora, em 2013, Dilma pode jogar para a plateia; tentar consolidar a ideia de que não foi Pedro Álvares Cabral quem descobriu o Brasil, mas sim o PT. Faz isso neste momento porque tem consciência da sua absoluta fraqueza quando realmente precisar debater com o PSDB e com Aécio Neveshttp://www.aecioneves.net.br/biografia/senador/.

Anúncios
Esta entrada foi publicada em Uncategorized com as etiquetas , , , , , . ligação permanente.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s