PSDB: Aécio Neves toma as rédeas e ditará o ritmo da caminhada

Senador Aécio Neves toma as rédeas e ditará o ritmo da caminhada

 
O caminho de Aécio Neves no PSDB está cheio de obstáculos, mas o senador tem demonstrado sua liderança na construção de sua candidatura


O PSDB não é um partido tranquilo. Aécio Neves, um de seus fundadores, sempre soube disso e nunca abandonou a legenda ou tentou ser um sabotador de decisões majoritárias de seus pares. Soube ter calma durante todos estes anos de vida da legenda, unir seus pares, agregar novos companheiros e por isso, continua sendo uma liderança do partido sem manchas em sua fidelidade partidária.

Por mais que nunca tenha deixado as especulações sobre seu nome como pré-candidato tucano à Presidência da República – o que ocorre desde sua reeleição ao Governo de Minas, em 2006 -, ele sempre se preparou para este momento e deixou claro que estaria à disposição do PSDB para o que a maioria decidisse. Foi engolido por velhos ranços partidários, interesses pessoais e regionais de outras correntes e até mesmo sabotagem interna a algumas propostas postas.

Agora, quando sua pré-candidatura ao Palácio do Planalto se cristaliza e ele caminha para assumir a presidência do PSDB em maio deste ano, Aécio Neves têm demonstrado calma e serenidade, por mais que isso irrite a crônica política e o PT, ávidos por uma palavra ríspida do senador mineiro contra outros tucanos, como José Serra, por exemplo.

Quem conhece Aécio Neves e toda a sua trajetória política sabe que isso nunca acontecerá. Quando parte da direção do PSDB sepultou sua proposta de prévias partidárias em 2009, Aécio Neves foi a público retirar seu nome do cenário e declarar total apoio a José Serra. Por mais que várias legendas (PMDB, PPS, PV, PDT, PR, PP, DEM, entre outras) tenham corrido a Minas Gerais, oferecendo-lhe abrigo para se lançar candidato à Presidência da República no ano seguinte.

Agora, novamente, Aécio mantém a postura de respeito total ao seu partido e a seus companheiros de legenda. Porém, está mais maduro e tem tomado as rédeas das discussões com serenidade e muita habilidade.

O senador mineiro tem construído um projeto de governo baseado nas bandeiras históricas dos tucanos; tem conversando tanto com a base partidária quanto com todos os líderes regionais e quer organizar administrativamente a direção nacional do partido.

Por mais que a crônica e o PT queria o contrário, a fogueira dentro do ninho tucano tem poucos atiçadores. O mais provável é que tenham de lutar contra o vento da bonança que o PSDB soprará com Aécio Neves.


Anúncios
Esta entrada foi publicada em Uncategorized com as etiquetas , , , , , . ligação permanente.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s