Tribunal de Justiça de Minas desmascara, por unanimidade, mais uma armação do PT contra Aécio Neves

O Tribunal de Justiça de Minas Gerais, por unanimidade, anulou ontem o processo movido contra o senador Aécio Neves (PSDB-MG) por uma promotora de Justiça que questionava os critérios de investimento do estado em saúde, antes da regulamentação da emenda 29.

A ação judicial questionava se os 4 bilhões investidos em saneamento pela empresa pública do estado poderiam ser considerados gasto em saúde.

Adversários do senador mineiro e uma extensa guerrilha digital do PT acusavam-no de “desvio de dinheiro público” — como se o ex-governador tivesse desviado, para si, dos cofres públicos. O senador considerou, na ocasião, que o processo tinha “claro viés político”.

aecio2

A guerrilha digital orquestrada pelo PT e grupos radicais de esquerda tinha o claro objetivo de atacar e denegrir a imagem do possível candidato do PSDB à Presidência em 2014. Até jornalistas mais críticos ao PSDB mostraram que se tratava de mais uma mentira do PT, como mostra esse link.

Na decisão, os desembargadores – os mesmos que julgaram o recurso  técnico anterior –  questionaram as motivações da promotora que não tinha competência legal para mover a ação e registraram que, na mesma época, diversos outros estados seguiram o mesmo procedimento.

Leia Mais: Ricardo Setti

Anúncios
Esta entrada foi publicada em Uncategorized com as etiquetas , , , , . ligação permanente.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s